Caro(a) aluno(a), 

  

Esta atividade discursiva vale 25 % de sua frequência no ED 6/ Políticas Públicas. Antes de respondê-la, estude o Texto Teórico e o texto complementar anexos a esta atividade.  

  

Observações: 

1) O registro e o controle das frequências são feitos automaticamente pelo Portal Universitário - PU. Dessa forma, a frequência do aluno somente será registrada através da publicação correta da atividade. Não se esqueça de salvar e publicar a atividade ao concluir a tarefa. 

  

2) Caso você não conclua toda a tarefa de uma só vez, você poderá salvá-la e publicá-la apenas quando concluí-la. Você também poderá fazer o texto em outro local e copiá-lo apenas quando for publicá-lo. 

  

3) O manual do aluno/NED traz informações importantes, como estrutura pedagógica dos Estudos Dirigidos, dinâmicas das atividades, processo de avaliação, frequência, calendário escolar, entre outras. Leia-o com atenção e consulte-o sempre que tiver alguma dúvida. 

  

Boa Atividade! 


 

 

QUESTÃO 1 


 

Habilidades a serem desenvolvidas 

  

Operatória(s): Capacidade de sintetizar conteúdos de textos verbais e não verbais; Capacidade para estabelecer relações e conexões conceituais.  

  

Específica(s): Resumir, fazer sumário, condensar, selecionar elementos fundamentais; Estabelecer relações lógicas entre os diversos conceitos que compõem o conteúdo de um texto.  


 

 

DADOS DA QUESTÃO 


 

Leia o texto abaixo: 


 

 

Drº Flávio Villaça 


 

 


 

 

(http://www.saobernardo.sp.gov.br/comuns/pqt_container_r01.asp?srcpg=noticia_completa&ref=4900&qt1=0) 

Acesso em 04.02.13 

  

As expressões “planos”, “planejamento urbano” e “plano diretor” têm sido utilizados abundantemente entre nós,  nas últimas décadas, nos mais variados meios sociais, como as universidades, a imprensa e o meio político. Ao longo desse período relativamente extenso, e tendo em vista a diversidade desses meios sociais, essas expressões sofreram certos desgastes, passaram a assumir distintos significados e mesmo a adquirir um conteúdo muito vago. Num certo contexto, significa algo próximo a  “traçado viário” .  Por exemplo: “Belo Horizonte é uma cidade planejada”. Na verdade, exceto alguns poucos edifícios públicos, o que há de planejado em Belo Horizonte, é apenas seu sistema viário. Essa ideia de planejamento poderia ser válida no final do século passado mas já não satisfaz hoje. Por outro lado é diferente quando se dizia na década de 60: “Brasília é uma cidade planejada”. Que significado há  em dizer hoje que Brasília é uma cidade planejada? É forçoso reconhecer que o que significa “planejado” para a Brasília de 1960 e do Plano Piloto, é totalmente diferente do que significa “planejado” para a  Brasília de hoje, com as cidades satélites  explodindo à volta  do Plano Piloto e uma urbanização de baixíssima qualidade se alastrando fora dos limites do Distrito Federal. Afinal, o que significa cidade planejada então? 

As expressões “plano” e “planejamento” inevitavelmente nos levam  a expressões como  “crescimento desordenado” ou “crescimento caótico” ou ainda “crescimento anárquico” que são lugar comum no linguajar de nossos elites e da classe média, que delas usam e abusam. Essas expressões são utilizadas para esconder e escamotear nossa realidade urbana, pois com plano, consegue-se um crescimento “ordenado” e sem plano um crescimento “desordenado”. 


 

A realidade que se procura esconder com essa questão do crescimento “desordenado” é a pobreza urbana, dos baixos investimentos em equipamentos sociais e infraestrutura urbana , e da sua má distribuição, tanto espacial como nas prioridades. A crença de que com ordem , se consegue resolver os problemas urbanos, suavisa e mesmo oculta a verdade;  que são necessários investimentos e não apenas “planos”  para atacar os problemas urbanos.  (VILLAÇA, Flávio. 2000: pgs 1-3 ) com adaptações)  

Texto disponível em: http://www.flaviovillaca.arq.br/pdf/campo_gde.pdf  Acesso em 04.02.13 


 


 

 

Elabore uma síntese sobre o tema Planejamento, apresentado no texto acima. A seguir, selecione uma das críticas feitas pelo autor e apresente sua opinião sobre a questão. Não se esqueça de selecionar, organizar e relacionar argumentos que sustentem seu ponto de vista.  

Observações: 

• Seu texto deve ser de cunho dissertativo-argumentativo (não deve, portanto, ser escrito em forma de poema, de narração etc.). 

O texto deve ter entre 8 e 10 linhas. 

• O texto deve ser redigido na modalidade padrão da língua portuguesa. 


 


 


 

 

QUESTÃO 2 

Habilidades a serem desenvolvidas 

  

Operatória(s): Capacidade para estabelecer relações e conexões conceituais;  Capacidade de inferir e interpretar. 


 

 Específica(s): Estabelecer relações lógicas entre os diversos conceitos que compõem o conteúdo de um texto; Encontrar relações, implicações, desdobramentos futuros, causas profundas e formar uma síntese significativa.

  

DADOS DA QUESTÃO 


 


Analise a Charge abaixo: 


 

 

 

Disponível em: http://www.sindisprevrs.org.br/new/content_view.php?id=1540 Acesso em 04.02.2013 

  

Independentemente de região, qual a temática evidenciada na charge? Comente as causas principais de sua ocorrência, posicionando-se sobre a questão. 

Observações: 

• Seu texto deve ser de cunho dissertativo-argumentativo (não deve, portanto, ser escrito em forma de poema, de narração etc.). 

O texto deve ter entre 8 e 10 linhas. 

• O texto deve ser redigido na modalidade padrão da língua portuguesa. 


 


 

 

QUESTÃO 3 

Habilidades a serem desenvolvidas 

  

Operatória(s): Capacidade de tomar decisões e apontar soluções para problemas. 

  

Específica(s): Usar o raciocínio crítico e o conhecimento armazenado para apontar soluções aos problemas de ordem social. 


 


 

 

DADOS DA QUESTÃO 

  

Leia e analise o texto a seguir: 

  

Direito à cidade sustentável e à gestão democrática 

  

O Estatuto da Cidade consagra o direito à cidade sustentável quando eleva a uma das diretrizes da política urbana a garantia do direito a cidades sustentáveis, entendido como o direito à terra urbana, à moradia, ao saneamento ambiental, à infraestrutura urbana, ao transporte e aos serviços públicos, ao trabalho e ao lazer, para as presentes e futuras gerações. 

O direito à cidade sustentável consiste nos direitos inerentes às pessoas que vivem nas cidades, em ter condições dignas de vida, de exercitar plenamente a cidadania e os direitos humanos (civis, políticos, econômicos, sociais, culturais e ambientais), de participar da gestão da cidade, de viver num meio ambiente ecologicamente equilibrado e sustentável, considerando o cumprimento da função social da cidade e a subordinação da propriedade à função social e as devidas sanções aos proprietários nos casos de não cumprimento da função social. 

A gestão democrática é diretriz da política urbana: é a participação da população, das associações e dos cidadãos na formulação, elaboração, implementação e monitoramento de todo e qualquer projeto, plano, programa de desenvolvimento urbano que tenha uma implicação urbanística na cidade, que compreenda essencialmente a produção do espaço urbano e de quaisquer intervenções que causem impacto na cidade (físico, ambiental ou social) ou que tenham um efeito potencialmente negativo na segurança da população. Exemplos: planejamento urbano; uma grande obra de transporte; leis de uso e ocupação do solo; leis, planos e projetos urbanísticos; zoneamento do espaço urbano; plano plurianual; diretrizes orçamentárias; orçamento anual; entre outros. 

A gestão democrática das cidades é respeitada quando se garante a participação ativa e propositiva dos vários segmentos da comunidade na execução dos seguintes instrumentos: 

I - Órgãos colegiados, no mínimo paritários e deliberativos de política urbana. 

II - Promoção de audiências públicas, debates e consultas públicas com a participação da população e de associações representativas dos vários

segmentos. 

III - Conferências sobre assuntos de interesse urbano. 

IV - Iniciativa popular de projeto de lei e de planos, programas e projetos de desenvolvimento urbano. 

V - Publicidade quanto aos documentos e informações produzidos nos projetos, planos e programas urbanísticos. 

VI - O acesso de qualquer interessado aos documentos e informações referentes ao plano, programa ou projeto de interesse urbanístico. 

VII - Estudo de Impacto de Vizinhança. 

Disponível em: http://www.polis.org.br/uploads/1734/1734.pdf Acesso em 04.02.2013 


 


 

 

Considerando que a gestão democrática é diretriz da política urbana, e que o direito à cidade é inerente aos direitos das pessoas que nela vivem, portanto,  em qual contexto você está inserido? Quais são as ações e métodos utilizados pelo seu Curso para estimular a participação ativa dos estudantes em suas atividades? Caso não consiga identificá-las, proponha duas ações que possam contribuir para o exercício da “participação ativa” em sua comunidade acadêmica, apresentando argumentos que deem suporte à sua resposta.   

  

Observações: 

• Seu texto deve ser de cunho dissertativo-argumentativo (não deve, portanto, ser escrito em forma de poema, de narração etc.). 

• Seu ponto de vista deve estar apoiado em pelo menos DOIS argumentos. 

O texto deve ter entre 8 e 10 linhas. 

• O texto deve ser redigido na modalidade padrão da língua portuguesa. 


 

 

  

  

AUTORIZAÇÃO PARA PUBLICAÇÃO DA ATIVIDADE DISCURSIVA I 

  

  

Caso sua atividade seja selecionada, você nos autoriza sua publicação integral ou parcial no Guia de Possibilidades de Respostas? 

Responda “sim” ou “não”. 

  ED6 - 2013-1 - DISCURSIVA 1_20130223151234.pdf530 Kb 

ED6 - Texto teorico 2013 1 Politicas publicas_20130223151322.pdf424 Kb